Google Health armazena histórico médico de pacientes - Pretog News
Pretog News: Google Health armazena histórico médico de pacientes

Google Health, um novo serviço da Google já disponível na Internet, e permite aos internautas armazenar e vizualizar o seu histórico médico através da Internet em qualquer lugar do planeta.

O objetivo deste serviço é permitir aos utilizadores o controle do seu histórico médico, armazenando os dados das suas radiografias, resultados de análises, número de internações, em que hospitais, a medicação que toma, entre outras funcionalidades.

A vantagem para o utilizador é poder consultar os seus dados médicos em qualquer computador e permitir, de imediato, a um médico ou hospital e acelerar diagnósticos e prescrever tratamentos em qualquer parte do mundo.

"O Google Health oferece aos utilizadores uma forma segura de recolher, armazenar e utilizar o seu historial clínico. Quantos de nós já pudemos ver, ou ter nas mãos, o nosso historial médico?" indagou Marissa Mayer, da Google, que considerou ser inadmissível os doentes não terem na sua posse uma cópia desse histórico.

O passo dado pela empresa originou muitas dúvidas devido aos possíveis riscos para a confidencialidade dos dados médicos dos doentes / pacientes.

Em resposta, a Google afirmou que a plataforma de acesso ao Google Health é totalmente independente da plataforma que permite aos usuários navegar na página de buscas da empresa.

"Foi estabelecida uma política de proteção de dados privados muito segura", disse Marissa Meyer.

"O Google armazena uma cópia dos dados médicos, numa base de dados controlada pelo usuário que o Google apenas armazena e controla", referiu Roni Zeiger, diretor do Google Health.

O Google assegurou que este serviço de saúde não é patrocinado, como acontece com o serviço de notícias "google News".

Segundo a empresa, a rentabilidade será alcançada pelo fato dos usuários, a partir desta página, poderem ir a outras páginas da Google.

O Google Health vai ser um sistema aberto a outras empresas ou instituições que pretendam oferecer serviços diretos ao consumidor, como tabelas de medicamentos ou lembretes de datas de vacinas.

No entanto, o acesso aos dados pessoais de cada utilizador vai requerer o consentimento expresso do mesmo.

O Google Helath foi testado em mais de 1.300 voluntários do hospital Cleveland Clinic, dos Estados Unidos, e satisfez todas as expectativas da Google.

Entre os associados do Google nesta iniciativa encontram-se empresas farmacêuticas e de investigação, como a Walgreens, Queso Diagnostics e a Long Grugs.

Com este novo serviço, o Google lança um novo desafio à Microsoft, que desde Outubro passado oferece um serviço similar, o Health Vault.

0 Comments:

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial