Defesa de casal Nardoni contrata legista - Pretog News
Pretog News: Defesa de casal Nardoni contrata legista

O legista George Sanguinetti que ficou célebre na investigação do caso PC Farias é a nova arma de defesa do casal Nardoni no caso Isabella.

O legista George Sanguinetti, que agora também é vereador pelo PV de Maceió, anunciou sua entrada no caso Isabella Nardoni na tribuna da câmara. "Quero dizer a vossas excelências que eu não vou a São Paulo fazer turismo. Eu vou porque achei fatos que são relevantes para a medicina legal brasileira e para a criminalística", disse.

Sanguinetti ficou conhecido ao contestar a tese de crime passional na morte do tesoureiro de campanha de Fernando Collor, PC Farias, e da namorada dele, em 1996.

O legista sustentou que os dois foram assassinados, enquanto o inquérito da polícia concluiu que PC foi morto pela namorada, Suzana Marcolino, que em seguida teria se matado.

Sanguinetti disse que estuda o processo sobre Isabella Nardoni há oito dias. E afirmou, por exemplo, que as marcas da tela de nylon na camiseta de Alexandre Nardoni não são suficientes para provar que ele atirou a filha pela janela.

"Eu estou verificando um dado contraditório. Tanto pode significar culpa como pode significar apenas a busca de olhar para ver se a criança caiu, se aconteceu algo com a criança. A simples presença na camisa é um dado isolado que não tem valor maior", afirmou o legista.

Mas o laudo do Instituto de Criminalística, a que o Jornal da Globo teve acesso, revela que os peritos simularam várias posições de aproximação à janela. E só uma delas, em que uma pessoa com a mesma altura de Alexandre Nardoni põe os dois braços para fora, com os ombros arqueados houve compatibilidade total com as marcas encontradas na camisa do pai de Isabella. Para a polícia, isto elimina a hipótese de Alexandre ter se aproximado da janela apenas para olhar para baixo.

Hoje, os advogados de Alexandre e Anna Carolina Jatobá estiveram em Tremembé, no interior do estado, para visitar os clientes. Um deles explicou o motivo de Anna ficar isolada. "É por questão de segurança. Ela está nesse isolamento por uma questão de segurança dela", disse o advogado Rogério Neres.

Depois de visitar Anna Jatobá, os advogados conversaram com Alexandre Nardoni, que está no presídio Doutor José Augusto César Salgado, também em Tremembé. Na semana que vem o pai e a madrasta de Isabella serão ouvidos no fórum de Santana em São Paulo pelo juiz que decretou a prisão preventiva do casal.

1 Comment:

  1. Sem Nexo said...
    Tá rápido, hein!

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial