iPhone barato irrita usuária e rende processo - Pretog News
Pretog News: iPhone barato irrita usuária e rende processo

Norte-americana processou Apple em US$ 1 milhão por redução precoce do preço.

Segundo a usuária, iPhone mais barato diminui margem de lucro de revenda.
Uma mulher norte-americana ficou tão irritada com a queda de US$ 200 no preço do iPhone que resolveu processar a Apple em US$ 1 milhão por danos. Dongmei Li, moradora de Nova York, afirmou que a empresa violou as leis de discriminação dos preços quando abaixou o preço do iPhone de 8 GB em um terço, indo de US$ 599 para US$ 399, apenas dois meses depois do lançamento do aparelho.


A Apple abaixou o preço de seu telefone celular no dia 5 de setembro, anunciando também que pararia de vender o modelo de 4 GB. Centenas de consumidores que já haviam comprado o aparelho reclamaram que não esperavam a redução tão cedo.

Logo após o corte dos preços, a Apple divulgou um pedido de desculpas e anunciou que devolveria os US$ 200 para aqueles que haviam comprado o aparelho até 14 dias antes da redução. Para tentar fazer as pazes com quem comprou o iPhone mais caro antes desse período, a empresa ofereceu um crédito de US$ 100 em suas lojas.

De acordo com a autora da ação, a redução do preço prejudicou compradores como ela, que agora não podem revender os produtos com o mesmo lucro. A ação também incluiu a operadora AT&T, que tem um contrato de exclusividade com a Apple, alegando que as duas companhias, por exigirem um contrato de dois anos de serviço, criaram práticas de negócios desleais.

Representantes da Apple não responderam às ligações da reportagem e Mark Siegel, porta-voz da AT&T, se recusou a comentar, afirmando não saber nada sobre a ação.



0 Comments:

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial